Melhores Livros de Gabriel García Márquez

Fernanda Campos de Medeiros

Melhores Livros de Gabriel García Márquez

Os melhores livros de Gabriel García Márquez são obras bastante conhecidas, tendo como principal característica a mistura entre elementos reais e imaginários.

Além disso, nelas os sentimentos se misturam de maneira bastante interessante, sendo que ao mesmo tempo em que se tem paixão, há também tristeza.

Mas só lendo para entender o que essas obras trazem. Então, se você não conhece, está mais do que na hora de começar a ler e, caso já tenha lido alguns deles, precisa continuar para conhecer todos.

Sendo assim, preparamos um guia completo com os melhores livros de Gabriel García Márquez que separamos aqui.

Melhores Livros de Gabriel García Márquez de 2024

A Revoada (O Enterro do Diabo)A Revoada (O Enterro do Diabo)Primeira Obra de um dos Maiores Escritores Latino Americanos17% OFFR$ 49,72 na Amazon
Cem Anos de SolidãoCem Anos de SolidãoLivro Mais Famoso e Importante de Gabriel Garcia Márquez37% OFFR$ 40,84 na Amazon
O Outono do PatriarcaO Outono do PatriarcaMelhor Poema de Gabriel García Marquez, que Fala sobre a Solidão18% OFFR$ 57,65 na Amazon
Doze Contos PeregrinosDoze Contos PeregrinosÓtimas Histórias de Gabriel Garcia Marquez sobre Imigrantes Latinos17% OFFR$ 49,43 na Amazon
Notícia de Um SequestroNotícia de um SequestroMelhor Livro de Gabo, que Mescla Fantasia e Realidade25% OFFR$ 63,70 na Amazon
Crônica de Uma Morte AnunciadaCrônica de uma Morte AnunciadaLivro de Gabriel Garcia Marquez sobre o Assassinato de Santiago Nasar23% OFFR$ 46,00 na Amazon
O amor Nos Tempos do CóleraO Amor nos Tempos do CóleraBelo Livro, que Trata sobre a Relação dos Pais de Gabriel García Márquez49% OFFR$ 43,23 na Amazon
O General em Seu LabirintoO General em seu LabirintoLivro de Gabriel García Márquez Inspirado em Simon Bolívar79% OFFR$ 19,90 na Amazon
Ninguém Escreve ao CoronelNinguém Escreve ao CoronelSegundo Livro de Gabriel Garcia Márquez17% OFFR$ 49,43 na Amazon
Do Amor e Outros DemôniosDo Amor e Outros DemôniosMelhor Livro de Gabriel García Márquez sobre o Amor25% OFFR$ 44,92 na Amazon

Os melhores livros de Gabriel García Márquez: conheça o “Gabo”

“Gabo” é colombiano, nascido na cidade de Aracataca, cidade localizada na Colômbia. Ele foi o primeiro cidadão do seu país a receber o Prêmio Nobel de Literatura, em 1982.

Ao longo da sua carreira, atuou como jornalista, roteirista e poeta, além de ter estudado Direito e Ciências Políticas.

O autor se tornou extremamente conhecido pelo seu estilo de escrita, denominado como realismo mágico.

Essas narrativas conseguem misturar o imaginário e o real, além de fantasia e mitologia. Para compor o seu estilo, o autor teve como inspiração principal o livro “A metamorfose”, de Franz Kafka.

Ao todo, foram mais de 40 milhões de exemplares dos seus livros comercializados em todo o mundo, sendo que as obras estão disponíveis em mais de 36 idiomas.

Por conta disso, Gabriel García Márquez foi um dos autores da língua espanhola mais importantes do século XX e da América Latina.

Algumas obras jornalísticas do autor refletem bem a situação da época na qual ele viveu na Cidade do México, deixando claro o ativismo político e coragem.

Quais são os melhores livros de Gabriel García Márquez?

Ao longo de toda a sua carreira, Gabriel García Márquez elaborou mais de trinta títulos diversos.

Diante disso, fica até difícil escolher os dez melhores livros desse importante autor colombiano para incluir na nossa lista.

Gabo faleceu em 2014. E no dia 6 de março de 2018, quando completaria 91 anos, houve uma homenagem especial pelo Google com um Doodle.

Conheça os melhores livros do autor:

Comparativo dos Melhores Livros de Gabriel García Márquez

A revoada (O enterro do diabo)
Cem anos de solidão
O outono do patriarca
Doze contos peregrinos, A Capa Pode Variar
Notícia de um sequestro
Crônica de uma morte anunciada
O amor nos tempos do cólera
O general em seu labirinto
Ninguém escreve ao coronel
Do amor e outros demônios
Título do Livro
A revoada (O enterro do diabo)
Cem anos de solidão
O outono do patriarca
Doze contos peregrinos, A Capa Pode Variar
Notícia de um sequestro
Crônica de uma morte anunciada
O amor nos tempos do cólera
O general em seu labirinto
Ninguém escreve ao coronel
Do amor e outros demônios
Editora
Record
Record
Record
Record
Record
Record
Record
Record
Record
Record
Idioma
português
português
português
português
português
português
português
português
português
português
Capa
comum
comum
comum
comum
comum
comum
comum
comum
comum
comum
Número de Páginas
144
448
272
256
320
160
432
288
96
192
Preço
R$ 49,72
R$ 40,84
R$ 57,65
R$ 49,43
R$ 63,70
R$ 46,00
R$ 43,23
R$ 19,90
R$ 49,43
R$ 44,92

1. A Revoada (O Enterro do Diabo)

Primeira Obra de um dos Maiores Escritores Latino-Americanos

A revoada (O enterro do diabo)
  • Editora: ‎Record; 26ª edição (1 setembro 1980)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎144 páginas

“A Revoada”, ou “O Enterro do Diabo”, é o romance que marca a inauguração do autor em questão no meio literário.

Neste livro ele mostra ao leitor a cidade e o povo de Macondo, que aparecem também em outras obras, como “Cem Anos de Solidão”.

Este livro foi escrito por ele quando tinha somente 22 anos e, por meio dele, o autor conseguiu comprovar que tinha potencial desde cedo, antes de começar a adquirir fama.

O livro é composto pelos monólogos interiores provenientes de três personagens diferentes: um coronel, além da filha e do neto dele.

Gabriel é o personagem principal da obra e um médico sombrio e estranho, que se suicidou após passar a vida inteira solitário.

Apesar de já estar na vila há mais de 25 anos, na ocasião da sua morte, havia apenas três parentes dele no velório.

2. Cem Anos de Solidão

Livro Mais Famoso e Importante de Gabriel García Márquez

Cem anos de solidão
  • Editora: ‎Record; 129ª edição (1 abril 1977)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎448 páginas

“Cem Anos de Solidão” não é apenas um dos melhores livros de Gabriel García Márquez, como é também a sua obra mais importante.

É nela que é possível perceber nitidamente a essência do autor, por meio de uma obra clássica, que mostra a história de vários indivíduos solitários pertencentes a diversas gerações da família Buendía.

Todas essas pessoas são acompanhadas por Úrsula, matriarca famosa que faz parte da história Latino-americana.

Mais uma vez, a narrativa aqui se passa na cidade de Macondo, onde existem apenas duas dúzias de casas de taquara e barro, que foram criadas na margem de um rio, que corre sobre belas pedras brancas.

A popularidade desse livro atingiu níveis impressionantes, de modo que a obra foi traduzida para vários idiomas e chegou a vários países.

Até mesmo na própria obra do autor, este livro continuou reverberando e influenciando os demais que vieram posteriormente na sua carreira.

3. O Outono do Patriarca

Melhor Poema de Gabriel García Márquez sobre a Solidão

O outono do patriarca
  • Editora: ‎Record; 23ª edição (1 maio 1976)
  • Idioma: português
  • Capa comum: ‎272 páginas

Este é um dos melhores livros de Gabriel García Márquez, sendo considerado por críticos literários como sendo verdadeiramente uma obra incrivelmente completa, que retrata a solidão.

“O outono do patriarca” faz referência ao importante momento histórico da ditadura militar latino-americana.

Isso traz também uma série de elementos, compatíveis com o momento histórico do século XX. Nesse livro, o autor se refere a um poderoso ditador que vai perdendo o seu prestígio com o passar do tempo.

Solitário e completamente sem o seu poder, ele modifica novelas e lê edições de jornais criadas apenas para ele mesmo.

Este livro é considerado por muitos o momento mais criativo e de desenvolvimento do autor, onde ele se mostra um verdadeiro mestre do realismo mágico. Ademais, este é um complemento do importante livro “Cem Anos de Solidão”.

4. Doze Contos Peregrinos

Ótimas Histórias de Gabriel García Márquez sobre Imigrantes Latinos

Doze contos peregrinos, A Capa Pode Variar
  • Editora: ‎Record; 32º edição (8 dezembro 1992)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎256 páginas

Ao longo de dezoito anos da sua vida e carreira, Gabriel García Márquez acumulou histórias de pessoas latino-americanas que foram para a Europa.

A compilação de todas elas deu origem à obra “Doze Contos Peregrinos”, um livro que fala diretamente sobre a solidão, analisada a partir de belas histórias de amor.

Na leitura, também se tem contato com temas como o poder e a morte dessas pessoas latino-americanas que desejam retornar para a sua terra natal.

Este é um dos melhores livros de Gabo, que mostra a sensibilidade do autor e, ao mesmo tempo, coloca uma boa dose de humor.

5. Notícia de um Sequestro

Melhor Livro de Gabo Mesclando Fantasia e Realidade

Notícia de um sequestro
  • Editora: ‎Record; 10ª edição (19 abril 2021)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎320 páginas

“Notícia de um Sequestro” é mais um dos melhores livros de Gabriel García Márquez, escrito a partir de dezenas de depoimentos de pessoas envolvidas nos sequestros da década de noventa.

Esses aconteceram na Colômbia, e Gabo fala inclusive sobre fatos ocorridos com uma pessoa próxima a ele.

Para reconstruir esses fatos ocorridos na Colômbia com uma pessoa próxima, o escritor mescla temas relacionados a ficção e histórias reais bastante conhecidas.

Dessa maneira, ele consegue transmitir toda a emoção para falar sobre o drama que as pessoas passaram na Colômbia naquele tempo.

O texto é escrito em forma de reportagem e, dessa forma, a narrativa sobre o cativeiro, tráfico de drogas e relação dos parentes das vítimas.

O leitor que se mergulha nessa obra pode ter uma ideia clara sobre o terror ocorrido na América Latina.

6. Crônica de uma Morte Anunciada

Livro de Gabriel García Márquez sobre o Assassinato de Santiago Nasar

Crônica de uma morte anunciada
  • Editora: ‎Record; 65ª edição (1 outubro 1981)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎160 páginas

Em “Crônica de Uma Morte Anunciada”, Gabriel García Márquez faz uma abordagem bastante interessante, que o ajuda a construir uma série de informações, de várias testemunhas que relatam o que pode ter ocorrido com Santiago Nasar.

Esse é um jovem que foi assassinado na porta da sua residência, em um pequeno povoado. O mais interessante é a maneira como o autor organiza as informações neste livro, conferindo a ele um estilo investigativo, mas sem perder em nenhum momento a beleza e sensualidade.

Ao final da construção, a trama é tão boa, que o leitor fica completamente em dúvidas de que lado ficar e em qual versão acreditar.

7. O Amor nos Tempos do Cólera

Belo Livro, que Trata sobre a Relação dos Pais de Gabriel García Márquez

O amor nos tempos do cólera
  • Editora: ‎Record; 65ª edição (1 julho 1986)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎432 páginas

O livro “O Amor Nos Tempos do Cólera” é um dos melhores de Gabriel García Márquez, sendo ele baseado na história de amor entre os pais do autor.

Gabriel Eligio García e Luiza Márquez se apaixonaram, mas as famílias deles não concordavam em apoiar que ficassem juntos.

A obra é escrita na forma de prosa. Nela o leitor vai conhecendo aos poucos a relação platônica de Florentino Ariza, um poeta e violinista, diante de um cenário bastante triste, onde existiam guerras, doenças e preconceitos.

Florentino e Fermina Daza trocaram muitas cartas até que, em um dado momento, eles finalmente se encontram.

No entanto, mesmo após conhecer Florentino, Fermina o rejeita e se casa com outro homem. Ainda assim, isso não é suficiente para acabar com esse amor.

Um dos principais ensinamentos de Gabo com esse livro é que para acontecer, o amor não tem idade.

8. O General em seu Labirinto

Livro de Gabriel García Márquez Inspirado em Simon Bolívar

O general em seu labirinto
  • Editora: ‎Record; 20ª edição (1 agosto 1989)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎288 páginas

“O General em Seu Labirinto” é um dos melhores livros de Gabriel García Márquez, no qual ele vai narrando uma história inspirada na vida do icônico Simón Bolívar.

Chamado também de El Libertador, este é um grande mito das américas. E essa obra que traz informações sobre ele, se inspira nos seus últimos momentos de vida.

Dessa forma, mais uma vez, a obra é composta essencialmente de reflexões e monólogos bastante interessantes.

Mesmo que seja apenas uma obra ficcional e que retrata o final da vida de uma grande personalidade, ao final da leitura a motivação fica bastante clara.

Isso porque ao longo dessas páginas o leitor tem contato com a vida física e espiritual de El Libertador.

Uma característica bem interessante na construção dessa obra é a forma contraditória pela qual o personagem é descrito. Em alguns momentos ele é visto como herói e, em outros, como uma pessoa má.

9. Ninguém Escreve ao Coronel

Segundo Livro de Gabriel García Márquez

Ninguém escreve ao coronel
  • Editora: ‎Record; 31ª edição (1 abril 1980)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎96 páginas

“Ninguém Escreve ao Coronel” é mais um romance de Gabriel García Márquez, que apesar de ter sido escrito em 1957, foi publicado somente em 1961.

Alguns editores negaram a publicação na época, mas no fim correu tudo bem. Hoje, a publicação é tida como um dos melhores livros de Gabriel García Márquez.

A narrativa fala sobre um coronel reformado, que deve se esforçar para conseguir viver em um ambiente bastante hostil, ao mesmo tempo em que aguarda o momento da sua aposentadoria.

No entanto, assim como acontece em muitos casos na vida real, o governo exige uma série de burocracias que dificultam muito o processo.

Esperando, ele vai vivendo ao lado apenas de um galo de briga, que era do seu filho falecido, e também ao lado de uma mulher com asma.

Interessantemente, por meio de uma narrativa bastante simples, o autor consegue construir um dos melhores e mais queridos personagens dos últimos tempos.

Outra característica que torna esse um livro incrível é a maneira como Gabo ironiza a política, a burocracia e também a história do país.

10. Do Amor e Outros Demônios

Melhor Livro de Gabriel García Márquez sobre o Amor

Do amor e outros demônios
  • Editora: ‎Record; 29ª edição (1 janeiro 2020)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎192 páginas

Entre os melhores livros de Gabriel García Márquez, essa é uma obra que fala sobre o amor, um dos sentimentos mais lindos e misteriosos na vida das pessoas.

No ano de 1949, um convento histórico, conhecido como Santa Clara, seria vendido para que se construísse um hotel de luxo no lugar.

Nessa ocasião, o repórter Gabriel García Márquez, é convidado para cobrir a remoção das criptas funerárias do local.

Mas ele ficou comovido e se sentiu realmente interessado pelo túmulo de uma garota, que despertou memórias sobre as lendas que a sua avó contava.

Na sua infância, ele ouvia histórias sobre uma menina que tinha cabelos enormes, conhecida por realizar milagres. Então um cachorro a mordeu e morreu de raiva.

Da história contada pela sua avó, Gabriel vai além e se inspira para contar uma bela história de amor.

Esse livro é uma forma inclusive de retratar o passado colonial, aumentando muito a solidão de uma época tão difícil.

Aqui Sierva María de Todos los Ángeles e o padre Cayetano Delaura protagonizam uma história com uma boa dose de drama.

FAQ – Perguntas Frequentes Sobre os Livros de Gabriel García Márquez

Se você estiver procurando pelos melhores livros de Gabriel García Márquez, pode se sentir confuso em relação a algumas questões. Nesse caso, veja as principais perguntas e respostas que colocamos aqui.

Qual livro de Gabriel García Márquez ler primeiro?

Sem dúvidas, Gabo é um dos maiores nomes da literatura e, por isso, se você está em dúvidas por onde começar a leitura, experimente começar pelo mais famoso, “Cem Anos de Solidão”.

“Crônica de uma morte anunciada” também pode ser uma obra interessante para quem deseja perceber traços da originalidade do autor.

Qual é a teoria literária de Gabriel García Márquez?

O autor é conhecido por fazer uso constante da hipérbole, que é uma maneira de se inserir humor nas obras de maneira bastante incrível.

Um dos exemplos mais incríveis disso é o Coronel Aureliano Buendía, cujo machismo é alvo da soberba sátira de García Márquez.

Gabriel García Márquez acreditava em Deus?

O autor se descrevia como sendo ateu, mas mesmo assim, uma das suas frases mais icônicas foi: “Se você não acredita em Deus, pelo menos seja supersticioso”. Ainda segundo ele próprio, estaria mais próximo de Rabelais do que de Kant.

Márquez ganhou um Prêmio Nobel?

Sim, ele venceu um Prêmio Nobel de Literatura, sobretudo por conta do enorme sucesso e renome alcançado pela sua obra mais famosa, “Cem Anos de Solidão”.

Por que Gabriel Márquez foi exilado?

Por conta da sua atuação como ativista político, Gabriel García Márquez passou grande parte da sua vida adulta sendo exilado da Colômbia.

Deve-se dizer que em muitos momentos esse exílio foi imposto por ele próprio, pois não se conformava com a violência que estava tomando conta de seu país.

Veja mais Livros de Gabriel

No link abaixo você vê outros livros importantes do autor.

Conclusão

Gabriel García Márquez ficou conhecido como um dos maiores nomes da literatura mundial, tendo inclusive conquistado um prêmio Nobel.

Sendo assim, vale muito a pena conhecer as suas principais obras, que mesclam realidade com fantasia de maneira impressionante.

Agora que você já conhece os melhores livros de Gabriel García Márquez, está na hora de escolher qual irá ler primeiro.

Sobre o Autor: Fernanda Campos de Medeiros

Bióloga mestre em biotecnologia e apaixonada pelas ciências médicas. Apesar da formação também ama ler e escrever sobre temas variados e por isso trabalha há mais de dois anos como redatora.

Deixe um comentário