Melhores Livros de Todos os Tempos

Fernanda Campos de Medeiros

Melhores Livros de Todos os Tempos

Hoje falaremos sobre os melhores livros de todos os tempos, que são verdadeiras pérolas da literatura mundial.

Obviamente, é bem difícil conseguir colocar apenas algumas obras elencadas aqui, uma vez que é impossível não acabar sendo injusto com muitas obras excelentes.

De qualquer forma, selecionamos os dez melhores segundo as críticas literárias, além de reputação e importância a nível mundial.

Continue lendo os próximos tópicos para conhecer os melhores livros de todos os tempos e para ter acesso à uma pequena sinopse deles.

Melhores Livros de Todos os Tempos em 2024

A Divina ComédiaA Divina ComédiaMelhor Livro de Todos os Tempos da Literatura Italiana14% OFFR$ 179,90 na Amazon
Dom Quixote De La ManchaDom Quixote De La ManchaMelhor Livro de Ficção de Todos os Tempos30% OFFR$ 104,93 na Amazon
Guerra e PazGuerra e PazMelhor Livro de Cunho Histórico de Todos os Tempos26% OFFR$ 185,90 na Amazon
Anna KariêninaAnna KariêninaUma Excelente Análise sobre como a Sociedade Lida com Certas Situações23% OFFR$ 114,37 na Amazon
Crime e CastigoCrime e CastigoUm Dos Melhores Livros de Todos os Tempos que faz o Leitor Sentir as Emoções dos Personagens22% OFFR$ 93,48 na Amazon
Orgulho e PreconceitoOrgulho e PreconceitoO Melhor Livro de Amor de Todos os Tempos34% OFFR$ 53,13 na Amazon
Moby DickMoby DickUm dos Melhores Livros de Todos os Tempos é uma Análise sobre a VidaR$ 179,40 na Amazon
Madame BovaryMadame BovaryUm dos Melhores Livros de Todos os Tempos foi Considerado Chocante na sua Época61% OFFR$ 13,59 na Amazon
FrankensteinFrankensteinUma Belíssima Crítica ao Desenvolvimento Tecnológico e Industrial44% OFFR$ 38,97 na Amazon
Dom CasmurroDom CasmurroMelhor Livro Brasileiro de Todos os TemposR$ 29,90 na Amazon

O que os melhores livros de todos os tempos têm de especial?

Não há dúvidas de que elaborar uma lista com apenas dez dos melhores livros de todos os tempos é uma responsabilidade enorme.

Afinal de contas, existem muitas obras de altíssimo nível espalhadas pelo mundo, e essa escolha pode ser um tanto quanto individual, dependendo das preferências pessoais de cada um.

De qualquer forma, você deve estar se perguntando o que leva um livro a ser classificado como um dos melhores de todos os tempos.

E a resposta para esta pergunta é relativamente simples: capacidade de influência e reputação mundial.

É comum que essas obras-primas tenham servido como fonte de inspiração para tantos outros artistas.

Além disso, muitos desses livros são conhecidos em grande parte do mundo, tendo traduções em diversos idiomas.

Quais são os melhores livros de todos os tempos?

Geralmente extremamente bem escritas e com conteúdos profundos, essas obras conseguem sobreviver ao tempo e continuam sendo ícones, mesmo após séculos.

Então fique aqui e continue esta leitura para descobrir quais são os melhores livros de todos os tempos em 2024.

1. A Divina Comédia

Melhor Livro de Todos os Tempos da Literatura Italiana

A divina comédia - Box - Exclusivo Amazon

  • Autor: Dante Alighieri
  • Editora: ‎Nova Fronteira; 12ª edição (15 outubro 2017)
  • Idioma: ‎português
  • Capa dura: ‎528 páginas

“A Divina Comédia” é com certeza um dos melhores livros de todos os tempos, por ser um dos maiores clássicos não apenas da literatura italiana, mas também de todo o mundo.

A obra épica que retrata a passagem pelo inferno, purgatório e paraíso é um ícone, que conseguiu sobreviver a séculos de existência.

Ao longo deste período, o livro inspirou muitos autores em vários países. Não é à toa que direta ou indiretamente, este é um dos livros mais estudados no mundo todo.

O conteúdo leva o leitor a refletir profundamente sobre diferentes questões.

Na obra, o leitor se depara com o caminho que um pecador deve seguir, considerando a ética e o bem, tentando superar as tentações do mal, até chegar a Deus.

2. Dom Quixote De La Mancha

Melhor Livro de Ficção de Todos os Tempos

O engenhoso fidalgo Dom Quixote de La Mancha

  • Autor: Miguel de Cervantes
  • Editora: ‎Martin Claret; 1ª edição (26 agosto 2016)
  • Idioma: ‎português
  • Capa dura: ‎1.174 páginas

Dificilmente alguém nunca ouviu falar de Dom Quixote, nem que seja pelas adaptações para a televisão e cinema.

Além dos materiais que retratam a história de maneira direta, existem incontáveis referências, seja na literatura, na TV ou outros meios.

Inclusive, a história conta com adaptações voltadas para o público infantil, uma vez que ela é totalmente fantasiosa e divertida, que atrai a atenção de pessoas de todas as idades.

Ademais, a obra escrita por Miguel de Cervantes, Dom Quixote foi escolhida em 2002 como a melhor obra de ficção de todos os tempos.

De uma maneira genial, o autor é capaz de trazer um personagem bastante realista, ao mesmo tempo em que narra todo o romance de cavalaria protagonizado por ele.

Simultaneamente a isso, o autor satiriza esse universo fantasioso da cavalaria, que era bastante comum na literatura espanhola.

Para esta sátira, ele escolhe Dom Quixote, que já tem uma certa idade, e o seu fiel escudeiro Sancho Pança. Ambos estão bem distantes de serem personagens perfeitos.

Paralelamente a tudo isso, ao embarcar na leitura desta obra, o leitor tem contato com uma história fantástica e incrível, capaz de prender a atenção de todos em uma viagem pela imaginação.

3. Guerra e Paz

Melhor Livro de Cunho Histórico de Todos os Tempos

Guerra e paz

  • Autor: Liev Tolstói
  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (21 novembro 2017)
  • Idioma: português
  • Capa dura: ‎1.544 páginas

O livro de Liev Tolstói merece estar nesta lista de melhores de todos os tempos, uma vez que ele é tido como uma referência em vários locais do mundo.

De maneira sábia, o autor é capaz de narrar as guerras e as principais consequências delas para a população russa como um todo.

A partir deste contexto, ele faz uma análise detalhada sobre ganhos e perdas que se tem quando há uma batalha.

É assim que a obra consegue narrar eventos históricos ocorridos no século XIX, que tiveram grande impacto para a população em geral, e que influenciaram todo o rumo da história.

4. Anna Kariênina

Uma Excelente Análise sobre como a Sociedade Lida com Certas Situações

Anna Kariênina

  • Autor: Liev Tolstói
  • Editora: ‎Editora 34; 1ª edição (28 abril 2021)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎864 páginas

“Anna Karenina” é mais um dos melhores livros de todos os tempos de Tolstói, uma vez que este recebeu uma série de avaliações positivas e marcou o mundo.

William Faulkner chegou a afirmar que este foi o melhor romance já escrito. E se por acaso não o for, está com certeza entre os melhores.

A história retrata Anna Karenina, que é uma aristocrata russa czarista que se vê extremamente cansada e desestimulada com a vida que leva.

Assim, ela acaba se envolvendo em um relacionamento extraconjugal com o oficial Vronsky. E tendo esta narrativa como pano de fundo, a história se desenrola, escancarando as escolhas de Anna Karenina e seu desequilíbrio emocional.

Assim como acontece com outros dos melhores livros de todos os tempos, este também ganhou uma adaptação cinematográfica.

5. Crime e Castigo

Um dos Melhores Livros de Todos os Tempos que faz o Leitor Sentir as Emoções dos Personagens

Crime e castigo

  • Autor: Fiódor Dostoiévski
  • Editora: ‎Martin Claret; Edição de luxo (27 maio 2019)
  • Idioma: ‎português
  • Capa dura: ‎584 páginas

A obra de Fiódor Dostoiévski, sem dúvida alguma, é um dos maiores clássicos que a literatura mundial já viu.

Como enredo principal, a narrativa retrata um assassino que busca redenção. E é a partir deste conflito que o autor é capaz de expor grandes angústias psicológicas dos personagens.

O livro é tão envolvente que parece inserir o leitor na história, fazendo com que ele sinta as emoções presentes ali, como se ele próprio fizesse parte da narrativa.

A obra é caracterizada por retratar muitos tipos de sentimentos diferentes, que fazem parte da vida. Isso, até que se chegue ao surpreendente final da narrativa.

6. Orgulho e Preconceito

O Melhor Livro de Amor de Todos os Tempos

Orgulho e preconceito

  • Autora: Jane Austen
  • Editora: ‎Martin Claret; 1ª edição (12 abril 2018)
  • Idioma: ‎português
  • Capa dura: ‎424 páginas

Este é um dos melhores livros de todos os tempos porque é considerado uma das mais belas histórias de amor já escritas.

O cenário para esta narrativa é a Inglaterra do começo do século XIX, e todos os acontecimentos giram em torno da família Bennet.

Por mais que a mãe tenha a ambição de unir as duas famílias retratadas, Elizabeth Bennet não pensa da mesma forma e demonstra toda a sua personalidade para evitar este casamento.

Ao mesmo tempo em que Elizabeth nega se casar, a sua irmã, Jane, se mostra apaixonada pelo Sr. Bingley. Mas esse romance não convence a todos.

Como o próprio título da obra sugere, esta é uma narrativa que retrata de maneira fidedigna o orgulho e o preconceito que pode haver dentro de um relacionamento.

E todos os acontecimentos do livro deixam o leitor completamente envolvido e curioso para saber qual será o desfecho das duas histórias de amor retratadas na obra.

7. Moby Dick

Um dos Melhores Livros de Todos os Tempos é uma Análise Sobre a Vida

Moby Dick

  • Autor: Herman Melville
  • Editora: ‎Antofágica; Primeira edição (8 julho 2022)
  • Idioma: ‎português
  • Capa dura: ‎752 páginas

A obra de Herman Melville é mais uma daquelas de que grande parte das pessoas pelo menos ouviu falar do nome.

O livro é mais um dos grandes clássicos literários, onde o autor a história do marinheiro Ishmael, que acaba testemunhando a obsessão do capitão Ahab por uma baleia

Ao longo da obra, o personagem pensa uma série de coisas, como que mesmo com todo o desenvolvimento da ciência, o mar jamais deixará de apresentar riscos.

Então ele começa a refletir sobre o quanto é negativo o homem ter perdido o medo pelo mar e, a partir deste raciocínio, faz alusões ao que há de mais profundo na alma humana.

Dessa forma, o que se vê nesta belíssima obra é uma grande análise sobre a vida. O embate entre os homens e a baleia é deixado somente para o final da narrativa.

8. Madame Bovary

Um dos Melhores Livros de Todos os Tempos foi Considerado Chocante na sua Época

Madame Bovary

  • Autor: Gustave Flaubert
  • Editora: ‎Principis; 1ª edição (4 agosto 2020)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎368 páginas

“Madame Bovary” hoje é tido como um dos melhores livros de todos os tempos, mas na sua época ele foi considerado chocante.

Isso porque ele retrata de uma maneira bastante interessante a história real da mulher de um oficial que se suicidou após um caso de traição.

Hoje tido como uma verdadeira obra-prima de Gustave Flaubert, no final do século XIX o retrato de uma esposa entediada que se envolveu com vários homens desagradou à sociedade.

Inclusive, o autor passou por um julgamento, no qual acabou absolvido no final. E o livro se tornou uma verdadeira referência.

A forma como os fatos são colocados e a análise presente na obra, são fatores que levam este livro a ser considerado o ápice do realismo francês.

9. Frankenstein

Uma Belíssima Crítica ao Desenvolvimento Tecnológico e Industrial

Frankenstein: Edição Luxo

  • Autora: Mary Shelley
  • Editora: ‎Excelsior; (26 novembro 2019)
  • Idioma: ‎português
  • Capa dura: ‎320 páginas

Mais um entre os melhores livros de todos os tempos, “Frankenstein” se tornou um dos maiores ícones do terror.

E mesmo que você jamais tenha tido contato com o livro, com certeza já viu várias referências a este que é um dos personagens mais famosos do mundo todo.

A narrativa traz a história de um estudante que cria um monstro dentro do seu próprio laboratório e, mais tarde, ele acaba se tornando uma ameaça.

Escrito no início do século XIX, este livro é uma crítica pungente à Revolução Industrial que se iniciou na Inglaterra e depois se disseminou para vários locais do mundo.

Não importa em qual gênero você encaixe esta obra, ela sempre será uma das melhores de todos os tempos na literatura mundial.

10. Dom Casmurro

Melhor Livro Brasileiro de Todos os Tempos

Dom Casmurro

  • Autor: Machado de Assis
  • Editora: ‎PanaPaná; 1ª edição (15 novembro 2017)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎266 páginas

Não dá para fazer uma lista de melhores livros de todos os tempos sem citar pelo menos um título brasileiro, não é mesmo?

E obviamente que se for para incluir uma obra apenas aqui, ela deveria ser do talentoso Machado de Assis.

É completamente desnecessário falar sobre o quanto Machado de Assis é talentoso e que ganhou o respeito dos brasileiros, tornando-se uma referência da literatura nacional.

Mais do que isso, “Dom Casmurro” é um livro preciso, escrito com maestria, e que vale muito a pena que todos o leiam.

Ele traz inclusive o que é considerado um dos maiores enigmas da literatura nacional: Capitu traiu Bentinho com Escobar?

Com essa obra, Machado de Assis consegue deixar vários questionamentos no ar, levando diversos pesquisadores a realizarem estudos sobre a obra.

Como esta é a versão apenas de Bento Santiago sobre os fatos ocorridos, fica difícil descobrir se ele tem certeza do que diz ou se é apenas inseguro.

O leitor deve julgar esses fatos com bastante cautela, uma vez que este é um retrato moral que expressa a opinião de uma única pessoa, o que leva a um nível alto de imprecisão.

Conclusão

É extremamente difícil elencar apenas os melhores livros de todos os tempos, pois muitos deles vão acabar ficando de fora.

Obviamente, existem outras obras que mereciam estar aqui, mas tentamos diversificar ao máximo os títulos, temas e autores, além de trazer algumas obras mais modernas, de leitura acessível para a maioria das pessoas.

E aí, o que você achou da nossa seleção de melhores livros de todos os tempos? Quais são os seus favoritos? Tem algum que você colocaria nessa lista?

Sugestão: Se você gosta de ler romances não pode deixar de conferir nossa seleção dos melhores livros de romance.

Sobre o Autor: Fernanda Campos de Medeiros

Bióloga mestre em biotecnologia e apaixonada pelas ciências médicas. Apesar da formação também ama ler e escrever sobre temas variados e por isso trabalha há mais de dois anos como redatora.

Deixe um comentário